Sem Lula e Bolsonaro, CNN Brasil cancela debate de presidenciáveis

Emissora estuda possibilidade de formar consórcio com outros veículos para realizar debates conjuntos, proposta que é defendida por Lula

Fotos: Ricardo Stuckert/Alan Santos/Flickr
Fotos: Ricardo Stuckert/Alan Santos/Flickr

Diante da ausência dos líderes nas pesquisas de intenção de votos, a CNN Brasil decidiu cancelar os debates com os candidatos à Presidência da República.

“A decisão foi tomada porque as campanhas dos candidatos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) não confirmaram as presenças de ambos”, justificou a emissora em comunicado enviado aos funcionários obtido pelo UOL.

Segundo o site, apesar de lamentar a ausência, a rede de TV argumentou que sem Lula e Bolsonaro o debate não refletiria o atual cenário da corrida eleitoral. “A CNN reforça seu interesse em estimular o amplo debate entre os postulantes à Presidência e considera fundamental que eles se comprometam com o comparecimento para prestar informações aos eleitores tendo como objetivo único o fortalecimento da democracia brasileira”, diz o texto.

Com o cancelamento, a emissora informou que estuda a possibilidade de formar um consórcio com outras empresas de comunicação para realizar debates conjuntos. “As premissa para a definição desse formato são o compromisso de todos os veículos com o sistema democrático e com a total imparcialidade diante do cenário político polarizado”, explicou a CNN.

Procurada pelo UOL, a equipe de Lula emitiu uma nota reafirmando a defesa pelos debates por meio de consórcio de emissoras. “Propusemos a realização de 3 debates em formato de pool e seguimos com essa proposta”, respondeu a campanha do ex-presidente. Já a equipe de Bolsonaro não se manifestou para explicar a ausência.

Deixe seu comentário