Presidente de associação da Abin deixa cargo após entidade defender urna

Presidente da Intelis deixou o cargo após deliberação que culminou com comunicado em defesa das urnas

Foto: Abdias Pinheiro/Secom TSE
Foto: Abdias Pinheiro/Secom TSE

Após a União dos Profissionais de Inteligência de Estado (Intelis) da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) divulgar uma nota reafirmando a confiabilidade das urnas eletrônicas e do processo eleitoral no Brasil, o presidente da Intelis, Daniel Almeida de Macedo, deixou o cargo. A portaria foi assinada na quarta-feira (20).

A nota em defesa das urnas eletrônicas foi um contraponto aos ataques feitos por Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral brasileiro durante encontro com embaixadores na segunda-feira (18).

Macedo foi eleito presidente da Intelis em 13 de junho e tomou posse em 1º de julho de 2022.

Deixe seu comentário