‘Não tem cabimento’, diz assessoria de Lula sobre suposto apoio à Rússia

O governo ucraniano acusou o ex-presidente do Brasil de promover narrativa com propaganda russa

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A assessoria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou ao bahia.ba que as justificativas apresentadas pelo Centro de combate à desinformação no Conselho de Segurança e Defesa Nacional do governo da Ucrânia, apontando Lula como provedor de propaganda russa, ‘não tem nenhum cabimento’.

“Uma frase colocada lá, nunca foi dita por Lula, e a outra está completamente descontextualizada”, declarou.

O candidato à presidência do Brasil entrou na lista ‘Palestrantes que promovem narrativas consonantes com a propaganda russa’ publicada no site da entidade, criado pelo presidente Volodimir Zelenski em 2021, que integra a guerra informativa entre Rússia e Ucrânia pela ótica do que Kiev considera “fake news”.

Lula foi acusado pelo Centro de dizer que “a Rússia deveria liderar uma nova ordem mundial” e que “Zelenski é tão culpado pela guerra quanto o presidente russo, Vladimir Putin”.

Deixe seu comentário