Ministros do TSE rebatem pedido da Defesa sobre acesso a códigos de urnas

Na avaliação de magistrados , os militares já poderiam ter realizado a inspeção antes, uma vez que os códigos estavam disponíveis desde outubro do ano passado

O pedido do Ministério da Defesa para ter acesso aos códigos-fonte das urnas eletrônicas foi recebido por ministros do Tribunal Superior Eleitoral como mais uma tentativa de lançar dúvidas sobre o processo eleitoral, segundo informações da CNN Brasil.

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Na avaliação de magistrados , os militares já poderiam ter realizado a inspeção antes, uma vez que os códigos estavam disponíveis desde outubro do ano passado.

Em conversa com a CNN, um ministro afirmou que considera um abuso de paciência o envio de tantos ofícios pelo Ministério da Defesa para ressaltar pedidos idênticos. Um outro classificou como desinteresse o fato de o Ministério da Defesa não ter feito a inspeção ao sistema do TSE antes.

No site oficial, o ministério abriu uma aba com o título “Atuação das Forças Armadas em apoio ao TSE no aprimoramento da segurança e da transparência do processo eleitoral” em que relaciona os principais ofícios encaminhados neste ano ao Tribunal Superior Eleitoral com perguntas e sugestões.

Fontes das Forças Armadas ouvidas pela CNN apontam que irão continuar com o envio de contribuições e avaliam que, apesar de convidados pelo TSE, não sentem que sejam respeitados.

Deixe seu comentário