Ataques de Bolsonaro às urnas, Lula chama considera ‘idiotice’

Ex-presidente disse ainda que não tem problemas com Forças Armadas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criicou nesta sexta-feira (29), em discurso na convenção nacional do PSB, em Brasília, os ataques de Bolsonaro contra às urnas. Segundo ele, a atitude do atual presidente é uma “idiotice”.

Foto: assessoria/PT
Foto: assessoria/PT

“Eu nunca imaginei, nos meus 76 anos, nos meus 50 anos de participação política, que nós veríamos um presidente cometendo a idiotice de chamar os embaixadores de quase 70 países para fazer o pior papel que um presidente pode fazer, que é mentir e vender uma ideia falsa de que, no Brasil, a democracia corre risco por causa das urnas eletrônicas. Justamente ele, que desde 1998 é eleito pela urna”, afirmou Lula.

Lula comentou ainda sobre a convocação de embaixadores por Bolsonaro para fazer as acusações. “Idiotice de chamar os embaixadores de quase 70 países para fazer o pior papel que um presidente pode fazer, que é mentir e vender uma ideia falsa de que, no Brasil, a democracia corre risco por causa das urnas eletrônicas”, declarou.

Forças Armadas

Lula reforçou ainda que as Forças Armadas não podem ser tratadas como “objeto”.

“Nunca tive nenhum problema com as Forças Armadas porque as Forças Armadas elas têm suas funções estabelecidas na Constituição. As Forças Armadas nunca perguntam para que nem o porquê da decisão de um presidente. Eles cumprem. O que nós precisamos é estabelecer uma relação de respeito. É uma relação em que cada um cumpra com a sua função e não ter um presidente que trata as Forças Armadas como se fossem um objeto na mão dele”, afirmou Lula.

Deixe seu comentário